Etapas do processo de desenvolvimento de sistemas

Projeto ou Análise, codificação, testes, Implantação, treinamento e manutenção. Veja esta proposta das possíveis etapas para o desenvolvimento de softwares.

 

O desenvolvimento de sistemas é um processo que ocorre em algumas etapas, como projeto ou análise, codificação, testes, implantação, treinamento e manutenção. A definição das etapas pode variar de caso para caso, mas de uma forma geral o processo de desenvolvimento está relacionado às seguintes etapas:

 

Projeto ou Análise

O projeto é a parte mais importante do sistema. Nele é definido o que, como, quando e porque será feito.

No projeto são realizados diversos tipos de análises, protopipação, desenhos de cenários, diagramas e outras representações para tentar aproximar ao máximo a expectativa e o resultado final do sistema.

Diversas metodologias ou paradigmas de projeto podem ser usados, creio que atualmente o paradigma mais adequado seja a Análise Orientada a Objeto.

Codificação

A codificação é o desenvolvimento propriamente dito. Aqui são escritas milhares de linhas de códigos que interligação o sistema com bancos de dados e outros dispositivos a fim de produzir o resultado que foi especificado no projeto.

A codificação é uma atividade subordinada no projeto.

Testes

A etapa de testes é importante para verificar a existência de falhas ou se o sistema está se comportando dentro dos princípios do projeto.

A realização de testes não deve ser feita de qualquer maneira ou por qualquer pessoa. Para obter um bom resultado, o ideal é estabelecer procedimentos para testes, que deverá incluir:

  • O que deve ser testado;
  • Qual dado deverá ser inserido;
  • Qual o perfil da pessoa que irá testar: amador, experiente, usuário, etc;
  • Se o procedimento deverá ser repetido com variações de dados;
  • Entre outros.

O relatório de testes deverá constar como e quando os testes foram feitos, bem como se o resultado foi satisfatório ou não.

Implantação e treinamento

Se aprovado nos testes, o sistema deverá ser implantado, isto é, colocar em produção. Em muitos casos a implantação é a etapa mais dolorosa do processo de desenvolvimento de sistemas, já que implicam movimentar pessoas, hardwares, softwares e muitas vezes com a empresa em pleno funcionamento.

Dependendo do tipo e tamanho do sistema é necessário determinar momentos estratégicos para a implantação a fim de provocar menos impacto nos procedimentos da empresa.

Paralelamente, temos também a etapa de treinamento que consiste em apresentar aos usuários o novo sistema e auxiliá-los nos procedimentos que cada um deverá realizar.

Manutenção

A última etapa do processo de desenvolvimento de sistemas é a manutenção. Ela inicia logo após a implantação e não terá fim, ou seja, existirá enquanto o sistema existir.

A manutenção é uma etapa de muitas controvérsias, por isto é importante existir um documento que regulamente o que é manutenção, quais as responsabilidades de clientes, usuários e desenvolvedores, bem como os custos envolvidos nessas atividades.

 

Fonte: http://www.luis.blog.br/etapas-processo-desenvolvimento-sistemas.aspx

.