WiFite – a ferramenta mais fácil (e gráfica) para se quebrar senhas de Redes Wireless

A ideia deste artigo é demonstrar a vulnerabilidade de redes wireless, e principalmente, incutir a ideia de se usar senhas “decentes”.

Não iremos abordar princípios básicos sobre redes wifi, os quais são imprescindíveis para se obter um bom resultado na utilização desta ou de outras ferramentas para este fim.

 

O Wifite é um programa desenvolvido em Python que permite, entre outras coisas:

  • Classificar os objetivos pela sua potência (em dB)
  • Crackear vários ESSID ao mesmo tempo
  • Filtrar o que o usuário deseja crackear (WEP, WPA, canal, …)
  • Colocar a placa em modo monitor automaticamente.
  • Automação do ataque.
  • Capacidade de usar dicionários.
  • Capacidade de mudar o mac para fazer ataques anônimos
  • Interface GUI (o melhor!!!)

 

Para instalar a ferramenta também deve-se instalar as seguintes dependências:

  • aircrack-ng
  • python-tk
  • macchanger
  • pyrit

 

Em seguida, para instalar o wifite, rode os seguintes comandos:

wget -O wifite.py http://wifite.googlecode.com/svn/trunk/wifite.py
chmod +x wifite.py
sudo ./wifite.py

Wifite, a maneira mais fácil de obter a chave WEP

 

A ferramenta possui inúmeras ferramentas e opções, e ainda usa um interface gráfica (o que torna ela muito especial).

Após as opções escolhidas, botão vermelho inicia o ataque. Será aberto um terminal, que depois de um tempo nos mostrará os possíveis objetos encontrados. Podemos escolher um alvo específico ou varrer todos.

Depois mais um tempo, será mostrada a senha obtida.

O ataque pode ser parado usando Ctrl + C 
Outro detalhe interessante é que o programa pode ser atualizado com o comando

./wifite.py -upgrade

 

Fonte: atareao.es

.